Voriconazol

Bula resumida

Identificação

Nomes Comerciais

Vfend®, Veac®, Velenaxol®, Vori®, Vori inj®, Micend®.

Classe

Antifúngico.

Tipo de Receituário

Receituário Simples (injetável: uso intra-hospitalar).

Genérico: sim.

Apresentação

  • Comprimido revestido:
    • 50 mg (Vfend®, Veac®, Velenaxol®);
    • 200 mg (Vfend®, Veac®, Velenaxol®, Vori®).
  • Pó para infusão: 200 mg (Vfend®, Micend®, Veac®, Velenaxol®, Vori inj®).

Uso Clínico

  • Aspergilose;
  • Aspergilose na Criança;
  • Candidíase Orofaríngea, Esofagiana e Sistêmica;
  • Fusariose;
  • Scedosporiose.

Posologia

Adultos

  • Via Oral:
    • < 40 kg: 100 mg VO de 12/12 horas, uma hora antes ou uma hora após a refeição;
    • > 40 kg: 200 mg VO de 12/12 horas, uma hora antes ou uma hora após a refeição.
  • Via Endovenosa
    • Dose de ataque: 6 mg/kg EV a cada 12 horas, nas primeiras 24 horas;
    • Dose de manutenção: 4 mg/kg EV de 12/12 horas, exceto em candidíase esofágica (utilizar tratamento oral, se possível).

Pediatria

  • Entre 2-11 anos:
    • Via oral: 9 mg/kg VO de 12/12 horas (dose máxima de 350 mg a cada 12 horas);
    • Via endovenosa: Dose de ataque de 9 mg/kg EV a cada 12 horas, nas primeiras 24 horas. Dose de manutenção: 8 mg/kg EV de 12/12 horas.

Gestação e Lactação

Uso na Gravidez

Categoria D: Alto risco. Evidência de risco em fetos humanos. Uso apenas quando benefício supera o risco.

Uso na Lactação

Baixo Risco: Uso moderadamente seguro. Monitorar tratamento.

Efeitos Adversos

  • Diarreia, dor abdominal, náuseas e vômitos;
  • Sinusite;
  • Dor de cabeça;
  • Distúrbio visual;
  • Teste de função hepática anormal, icterícia, icterícia colestática;
  • Rash, dermatite esfoliativa, alopecia, púrpura, rash maculopapular, prurido;
  • Edema periférico;
  • Dor nas costas;
  • Dor no peito, edema da face, astenia, calafrios;
  • Síndrome do desconforto respiratório agudo, edema pulmonar;
  • Hipotensão, flebite;
  • Arritmia supraventricular, taquicardia, bradicardia;
  • Insuficiência renal aguda, hematúria;
  • Alterações laboratoriais: creatinina sanguínea elevada; hiponatremia, hipocalemia e hipoglicemia.

Contraindicações

  • Menores de 2 anos de idade;
  • Hipersensibilidade aos componentes;
  • Coadministração de substratos do CYP3A4, tais como terfenadina, astemizol, cisaprida, pimozida ou quinidina;
  • Coadministração de sirolimo;
  • Coadministração de rifabutina, rifampicina, carbamazepina e barbitúricos de longa ação;
  • Coadministração de alcaloides do ergot;
  • Coadministração de erva de São João;
  • Coadministração de altas doses de ritonavir;
  • Coadministração de doses de efavirenz de 400 mg 1x/dia ou superior.

Aqui você encontra a bula do medicamento. Todas as informações sobre o medicamento têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento com o medicamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com o medicamento devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente.

O conteúdo sobre fármacos é baseado nas informações fornecidas pela Anvisa, combinadas com informações adicionais da literatura médica.

keyboard_arrow_up