Questão 1 de 18

UERJ - RJ - 2016

PEDIATRIA - INFECÇÕES DE VIAS AÉREAS INFERIORES NA PEDIATRIA

Lactente de quatro meses, prematuro de 36 semanas, apresenta há três dias quadro de tosse e coriza nasal. A mãe refere que a criança não apresentou intercorrências desde o nascimento até hoje. Ao exame, o paciente encontra-se em bom estado geral, afebril; FC = 140 bpm; FR = 64 irpm; Sat = 90% e com tiragem subcostal leve. A ausculta respiratória revela sibilos difusos e o exame do abdome, fígado palpável a 4 cm do RCD. É indicada a internação hospitalar pelo pediatra, pois há presença de esforço respiratório grave e hipoxemia. Segundo as Diretrizes da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia para o Manejo da Asma, as principais características que têm sido utilizadas para prever se a sibilância nessa criança irá persistir na vida adulta estão relacionadas à história: